Internacional

Três anos de prisão para ex-agente envolvido na morte de George Floyd

George Floyd morreu em maio de 2020 devido a um asfixiamento provocado por uma ação policial

Três anos de prisão para ex-agente envolvido na morte de George Floyd

Um antigo agente da polícia da cidade norte-americana do Minneapolis que se declarou culpado na acusação federal de encorajar e ajudar no homicídio culposo em segundo grau de George Floyd foi esta quarta-feira condenado a três anos de prisão. 

O ex-agente Thomas Lane já de encontra a cumprir uma sentença federal de dois anos e meio por violação dos direitos cívicos do afro-americano George Floyd, que morreu em maio de 2020 devido a um asfixiamento provocado por uma ação policial. 

Quanto se tratou do caso estatal, tanto os procuradores como os advogados de Lane tinham concordado com a pena de três anos, que está abaixo das orientações para as sentenças, sendo que estes aceitaram também que o homem cumprisse a pena ao mesmo tempo que a senteça federal.

Recorde-se que o colega Derek Chauvin, colega de Thomas Lane, vai cumprir uma pena de 40 anos por ter violado os direitos civis de George Floyd e por homicídio. 

 

 

Os comentários estão desactivados.