Cultura

Concertos de Roger Waters cancelados na Polónia

Músico acusa Polónia de "censura draconiana".

Concertos de Roger Waters cancelados na Polónia

Os concertos de Roger Waters agendados para 2023 em Cracóvia, na Polónia, foram cancelados, depois das declarações do co-fundador dos Pink Floyd acerca do governo ucraniano. 

O cancelamento surge dias antes de a autarquia considerar Waters uma "persona non grata", como demosntração de "indignação" pelas palavras do músico em relação à guerra. 

No sábado, os gestores do recinto acusaram Roger Waters de cancelar o concerto por iniciativa própria, contudo, o cantor atacou a entidade e acusou-a de promover um boicote aos seus concertos. 

No Facebook, o artista afirmou que "Lukasz Wantuch não parece querer saber nada da história" do seu trabalho, da sua vida, "a custo pessoal e em serviço dos direitos humanos", e acusou o autarca de "censura draconiana".

No início ddeste mês, Roger Waters escreveu uma carta aberta à primeira dama da Ucrânia, Olena Zelenska, na qual culpou "nacionalistas extremistas" ucranianos por "conduzir o país rumo a esta desastrosa guerra", criticando ainda o apoio do Ocidente à Ucrânia sob a forma de armas e pedindo que Kyiv cedesse em prol do diálogo e da paz.

Também no Facebook, o cantor remeteu para Lucasz Wantuch uma das letras da famosa música "Another Brick in The Wall", pedindo-lhe para "deixar as crianças em paz". 

 

 

Os comentários estão desactivados.