Internacional

Menina de 12 anos faz pacto homicida e dispara contra si e contra o pai

Jovem morreu dois dias depois. Amiga com quem tinha feito o pacto não o pôs em prática, mas foi acusada de conspiração.


Morreu a jovem texana de 12 anos que, no passado dia 20, se alvejou a si mesma e ao pai, depois de ter feito um pacto homicida com uma outra rapariga, em que ambas combinaram disparar sobre os progenitores e os animais de estimação para depois fugirem para o estado norte-americano da Geórgia, avançou o gabinete do xerife no Facecook. 

De acordo com a imprensa internacional, a jovem morreu no dia 22, dois dias após ter cometido o crime, na cidade de Weatherford, no estado norte-americano do Texas.

O homem, de 38 anos, que foi também, na altura, transportado para o hospital com uma ferida no abdómen já se encontra em casa.

A jovem foi encontrada pela polícia inanimada na rua, em frente a sua casa, com uma bala na cabeça e a arma junto ao corpo, tendo o progenitor sido encontrado dentro da habitação. 

A outra pessoa envolvida no pacto é uma jovem Lufkin, outra cidade no Texas, situada a cerca de 370 quilómetros de Weatherford.

Segundo a polícia do condado de Parker, esta segunda jovem planeou também o homicídio do pai mas acabou por não o por em prática. Contudo, foi acusada de conspiração e de planear um homicídio, e o caso está a ser tratado pelas autoridades locais.

 

Os comentários estão desactivados.