Sociedade

Segurança Social faz inspeção ao lar de Boliqueime e não encontra casos de negligência

Vídeo mostrava uma idosa deitada numa cama do lar com o corpo coberto de formigas.


O Instituto de Segurança Social (ISS) realizou uma inspeção ao lar da Santa Casa da Misericórdia de Boliqueime, no Algarve, onde uma idosa foi filmada com dezenas de formigas no corpo.

Segundo disse, esta quinta-feira, o instituto não encontrou mais nenhuma situação semelhante na inspeção realizada por um elemento da GNR, uma técnica da saúde ambiental, uma enfermeira e um delegado de saúde.

"O processo de averiguações encontra-se em curso, não tendo sido verificada qualquer situação semelhante à denunciada", afirmou o ISS, à agência Lusa.

O ISS admitiu que recebeu, no início de setembro, uma denúncia sobre "eventuais maus tratos a uma idosa, utente do lar da Santa Casa de Misericórdia de Boliqueime", havendo sido "de imediato aberto um processo de averiguações e informado o Ministério Público do teor da referida denúncia".

"Estando em curso o processo criminal, neste momento, até que sejam conhecidas as conclusões do mesmo, a Segurança Social não se pronuncia sobre a matéria", justificou.

Acrescentou também que, em matéria de fiscalizações, o ISS "segue uma estratégia de intervenções proativas tendo como base a identificação de diversos fatores de risco, como por exemplo os resultados de ações de acompanhamento ou receção de reclamações".

Recorde-se que o caso foi noticiado no mês passado, após o vídeo da idosa com o corpo coberto de formigas ter sido divulgado nas redes sociais. No entanto, as filmagens tinham sido feitas em julho.

Os comentários estão desactivados.