Politica

"Mesquinhez". Sócrates arrasa Costa em artigo de opinião

“Nada no discurso do chefe do Governo tem a ver com estratégia, mas com mesquinhez”, considera Sócrates.


O antigo primeiro-ministro José Sócrates critica ferozmente o primeiro-ministro, António Costa, num artigo de opinião intitulado “Breve história de dois fracassos e do enorme esforço para os encobrir”, que versa sobre a estratégia do Governo para o novo aeroporto e o TGV.

“Nada no discurso do chefe do Governo tem a ver com estratégia, mas com mesquinhez”, escreveu Sócrates, no artigo publicado no Expresso.

“Tudo foi atirado para o lixo e, 14 anos depois, voltámos ao ponto de partida”, afirmou sobre o tema do novo aeroporto.

Sócrates sublinhou que “a localização em Alcochete foi decidida em 2008, na sequência de uma avaliação ambiental estratégica e, dois anos depois, em 2010, o projeto tinha tudo para avançar na construção - estudo de impacto ambiental feito, avaliação ambiental aprovada, anteprojeto de construção e parecer positivo de todas as câmaras municipais envolvidas”.

E concluiu: “Tudo isto foi atirado para o lixo. Catorze anos depois voltámos ao ponto de partida”.

Já sobre o TGV, o ex-governante considera que “o atual governo, fiel à sua linha de frio calculismo, fez tudo o que podia para fingir que o projeto, agora apresentado como prioritário, nada tinha a ver com o anterior projeto do anterior governo socialista”.

“Mais tarde, sete anos mais tarde, em 2018, o governo socialista exprimiu finalmente a sua opinião sobre o projeto considerando a alta velocidade ‘um tabu que duraria muito tempo’”, escreveu, apontando, com sarcasmo, que “não demorou assim tanto”.

“Este ano o projeto renasceu como “projeto revolucionário” da ferrovia. Para trás ficam onze anos de atraso”, acrescentou.

Os comentários estão desactivados.