Internacional

Detido em Espanha ex-polícia suspeito de assassinar 10 pessoas

Suspeito era um ex-agente da Polícia Nacional do Peru. 


Foi detido na semanada passada pela Polícia Nacional Espanhola, em Guadalajara, um ex-agente da Polícia Nacional do Peru, procurado naquele país, suspeito de ter assassinado dez pessoas. O suspeito fazia parte do "Esquadrão da Morte", uum grupo ilegal da polícia que executava alegados criminosos para ganhar promoções e condecorações.

De acordo com um comunicado divulgado na terça-feira, os crimes terão ocorrido entre 2012 e 2016 e o suspeito enfrenta uma pena de prisão de 35 anos.

Segundo as autoridades peruanas, citadas no comunicado, o grupo recrutava informadores, pagos pela organização, que encorajavam "criminosos de baixo nível" a cometerem crimes, como raptos ou assaltos, e depois denunciavam-nos ao grupo policial. 

Já no local dos crimes, "os polícias surpreendiam os criminosos e abatiam-nos", alegando que os tiroteios eram resultado de confrontos perigosos. 

Em Espanha, a investigação já tinha começado, quando os agentes receberam um pedido das autoridades peruanas, através do BCN INTERPOL Madrid, para "assistência na investigação do paradeiro de um fugitivo".

Após este alerta, as autoridades espanholas deram início às diligências para localizar o suspeito, tendo descoberto que ele "estava a viver com a sua família em Guadalajara". O suspeito foi detido na semana passada, nas proximidades da sua casa.

Os comentários estão desactivados.