Sociedade

Prisão preventiva para homem que foi 'apanhado' a roubar bomba de gasolina na Maia

O homem colocou-se em fuga, ao tentar "roubar duas viaturas" e ao "ameaçar os militares da GNR com recurso a uma arma branca de modo a tentar impedir a sua detenção”. 


Um homem de 37 anos ficou em prisão preventiva depois de ter sido detido em flagrante, na passada quarta-feira, a roubar um posto de abastecimento de combustível, na Maia.

A Guarda Nacional Republicana (GNR) explicou, em comunicado, que reparou na ação do detido enquanto realizava uma ação de patrulhamento.

“O suspeito ao aperceber-se da presença da Guarda colocou-se em fuga, tentando por duas ocasiões roubar duas viaturas e ameaçar os militares da GNR com recurso a uma arma branca de modo a tentar impedir a sua detenção”, revelou a autoridade.

Após várias tentativas, o homem conseguiu entrar numa viatura que estava “parada na berma”, ameaçando o ocupante com “recurso a uma arma branca” para forçá-lo a “iniciar a marcha com o veículo” e fugir, contudo, foi travado pelos militares.

O homem foi detido e nas diligenciais policiais, a GNR apreendeu: “uma arma branca; 628 euros em numerário; 60 maços de tabaco; três telemóveis; artigos de vestuário utilizados pelo suspeito durante o ilícito; diversos elementos de prova; uma pulseira de prata; um fio de prata e um anel de prata”.

O detido, com antecedentes criminais por ilícitos da mesma natureza, foi constituído arguido e presente ao Tribunal Judicial de Matosinhos, na passada quinta-feira, tenho-lhe sido decretada a medida de coação de prisão preventiva.  

Os comentários estão desactivados.