Economia

Luz. ERSE propõe aumento de 2,8% nos preços regulados

Regulador é obrigado a entregar a proposta até meados de outubro. Versão final será apresentada a 15 de dezembro.

Luz. ERSE propõe aumento de 2,8% nos preços regulados

A Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE)apresentou esta segunda-feira uma proposta de aumento no preço da eletricidade para o mercado regulado de 2,8% a partir de janeiro do próximo ano.

Em comunicado, a ERSE explica que “para os clientes que permaneçam no mercado regulado (que representam 6,5% do consumo total e 925 mil clientes), ou que, estando no mercado livre, tenham optado por tarifa equiparada, a variação média anual das tarifas transitórias de Venda a Clientes Finais em Baixa Tensão Normal (BTN) é de 2,8%”.

E acrescenta que “a variação anual apresentada é relativa ao preço médio do ano 2022, que integra as atualizações da tarifa de energia em abril e outubro de 2022, bem como a fixação excecional de tarifas em julho de 2022”.

Na mesma nota, a ERSE avança ainda que “fruto destas alterações, numa perspetiva mensal, em janeiro de 2023, os clientes em mercado regulado registarão um aumento médio de 1,1% em relação aos preços em vigor em dezembro de 2022”.

Os comentários estão desactivados.