Economia

Casas. Preços continuam a subir, mas desaceleram em Lisboa

Preço mediano da habitação aumentou em todo o país no segundo trimestre deste ano.

Casas. Preços continuam a subir, mas desaceleram em Lisboa

O preço mediano de alojamentos familiares em Portugal foi de 1494 euros por metro quadrado no segundo trimestre deste ano, o que corresponde a um crescimento homólogo de 17,8%, revelou o Instituto Nacional de Estatística (INE) esta terça-feira.

E acrescenta que o preço mediano da habitação aumentou, face ao período homólogo, em todas as 25 sub-regiões NUTS III. O INE diz ainda que os preços desaceleraram em Lisboa e aceleraram no Porto.

As duas sub-regiões com os preços mais elevados – Algarve (2 358 euros por metro quadrado) e Área Metropolitana de Lisboa (2 076 euros por metro quadrado) – foram também aquelas que apresentaram valores mais elevados em ambas as categorias de domicílio fiscal do comprador: território nacional (respetivamente, 2 222 euros por metro quadrado e 2 050 euros por metro quadrado) e estrangeiro (2 734 euros por metro quadrado e 3 782 euros por metro quadrado).

No período em análise, em sete dos 24 municípios com mais de 100 mil habitantes os preços desaceleraram, destacando-se Lisboa (-6,1 p.p.). Em sentido oposto, a taxa de variação homóloga aumentou em seis dos 11 municípios com mais de 100 mil habitantes da Área Metropolitana de Lisboa, evidenciando-se Loures (+8,8 p.p.).

O gabinete de estatística acrescenta também que, na Área Metropolitana do Porto, observou-se ainda um aumento da taxa de variação homóloga em quatro dos seis municípios com mais de 100 mil habitantes, destacando-se o Porto (+9,2 p.p.) e Matosinhos (+5,3 p.p.).

Os comentários estão desactivados.