Vida

James Corden confessou ter ofendido empregado de mesa

Comediante foi notícia após dono do restaurante Balthazar, Keith McNally, ter descrito o seu comportamento no restaurante como “abusivo”.

James Corden confessou ter ofendido empregado de mesa

James Corden, o conhecido apresentador de televisão norte-americano, admitiu recentemente ter sido desagradável para um empregado de mesa, no restaurante Balthazar, em Nova Iorque. 

Na semana passada, o comediante foi notícia após o dono do Balthazar, Keith McNally, ter descrito o seu comportamento no restaurante como “abusivo”, episódio que Corden abordou no seu último programa de televisão, no qual confessou ter feito “um comentário muito indelicado” a um dos empregados do restaurante Balthazar, em Nova Iorque.

O apresentador explicou ter “andado a pensar" que não tinha feito "nada de errado”: “não gritei, não me levantei, não chamei nomes a ninguém ou utilizei palavrões”, mas depois chegou a uma conclusão. "A verdade é esta: fui mesmo rude. Fui desnecessário e desagradável”, acrescentou.

Após o incidente, James Corden ligou a McNaily para perdir desculpas. “Senti que tínhamos lidado com o caso de forma privada, mas a história correu mundo e as pessoas ficaram chateadas. E eu entendo”.

“Nunca quis magoar ninguém. Adoro aquele restaurante, e adoro as pessoas que lá trabalham. Espero que me deixem voltar lá um dia, para pedir desculpas pessoalmente”, acrescentou. 

Os comentários estão desactivados.