Economia

EDP Renováveis. Lucro dispara 181% até setembro

O investimento bruto foi de 4401 milhões de euros (mais 118%), o “que permitiu aumentar a sua presença para 28 mercados a nível global” e refletir “o atual período de forte crescimento”.

EDP Renováveis. Lucro dispara 181% até setembro

A EDP Renováveis registou lucros de 416 milhões de euros entre janeiro e setembro, um aumento de 181% face a igual período do ano passado. A empresa garante que estes resultados “sólidos” e “robustos” nos primeiros nove meses do ano foram “maioritariamente” influenciados pelo aumento dos preços de venda e produção de energia.

As receitas foram de 1743 milhões de euros, uma subida de 46% em relação ao período homologo, com a EDPR a explicar que o preço médio de venda aumentou 29%, “especialmente na Europa”.

A elétrica apresentou teve ainda “outros proveitos operacionais” de 331 milhões de euros, mais 129 milhões do que no mesmo período de 2021, devido à transação de ativos na Polónia, Espanha e Itália.

O investimento bruto foi de 4401 milhões de euros (mais 118%), o “que permitiu aumentar a sua presença para 28 mercados a nível global” e refletir “o atual período de forte crescimento”.

“Nos últimos 12 meses, foram adicionados mais 2,6 GW [gigawatts] de capacidade renovável” à EDPR, que em setembro de 2022 “atingiu o montante recorde” de 4,3 GW “em construção em 15 mercados na América do Norte, América do Sul, Europa e Ásia Pacifico”.

A dívida líquida aumentou para 5556 milhões de euros, mais 2621 milhões do que em final de setembro de 2021.

 

Os comentários estão desactivados.