Internacional

Dmitry Medvedev sugere a Elon Musk que deixe de ajudar Ucrânia

Starlink é uma rede de internet que pertence ao novo patrão do Twitter e que tem sido utilizada pelas forças ucranianas.

Dmitry Medvedev sugere a Elon Musk que deixe de ajudar Ucrânia

Dmitry Medvedev, antigo presidente da Rússia e um dos homens de confiança do Presidente russo, congratulou Elon Musk, o patrão da Tesla, pela sua nova compra – a rede social Twitter – e pediu ao bilionário que deixasse de disponibilizar o seu serviço de internet Starlink na Ucrânia.

"Boa sorte, Elon Musk, na superação de preconceitos políticos e da ditadura ideológica no Twitter. E desista do Starlink na Ucrânia”, diz Medvedev, numa mensagem publicada naquela rede social.

Starlink é uma rede de internet que tem sido utilizada pelas forças ucranianas, mas Musk já havia dito que os custos associados são de cerca de 20 milhões de dólares por mês.

O jornal The Guardian escreve que ambos tiveram uma conversa virtual em setembro, onde o magnata perguntou ao responsável russo como estavam a correr as coisas na cidade ucraniana de Bakhmut, na região do Donbass. "Vemo-nos em Moscovo, no Dia da Vitória!”, terá respondido Medvedev.

Sublinhe-se que hoje o multimilionário finalizou a compra do Twitter, por 44 mil milhões de euros, a poucas horas do fim do prazo.

Os comentários estão desactivados.