Vida

Taylor Swift e Eddie Redmayne viveram um "pesadelo" no casting para o filme "Les Misarables"

A experiência foi contada pelos próprios no programa da televisão britânica “The Graham Norton Show”. 


Taylor Swift contou o pesadelo que viveu quando fez um casting em 2012 para a adaptação de “Les Misarables” para o cinema, no qual contracenou com Eddie Redmayne, um dos seus atores favoritos.

No programa televisivo britânico “The Graham Norton Show”, a cantora de 32 anos explicou que, apesar de ter feito provas para dois papéis, já sabia que não iria ficar com nenhum deles, porque a sua voz não se adequava às personagens.

Porém, a artista decidiu aceitar o desafio e foi para Londres fazer um casting com Redmayne. “Esta é uma experiência que não voltarei a ter na minha vida”, pensou Taylor na altura.

Para se enquadrar na realidade do filme, os produtores decidiram que Swift tinha de se caracterizar com um traje típico do século XIX, que incluía pintar os dentes de castanho. 

“Fiquei do género, ‘vocês vão me caracterizar depois de conhecer o Eddie Redmayne, certo?'. Mas não, fizeram com que eu parecesse moribunda, foi um pesadelo”, descreveu a cantora entre gargalhadas. 

“Quando conheci o Eddie nem abri a boca para falar!”, admitiu.

Contudo, não era apenas Taylor Swift que estava comprometida com algo. Eddie Redmayne também não estava nas melhores condições para conhecer a cantora.

O ator contou que naquele dia estava preocupado com o seu hálito, pois tinha comido pão de alho antes do casting.  

“Estavas a chorar e eu pensei que era por causa de mim, de como eu estava”, disse Taylor.

Redmayne acabou por ser selecionado para o elenco e para o papel de Marius, enquanto Samantha Barks assumiu o papel de Eponine, aquele para o qual Taylor testou.

Veja aqui a história: 

Os comentários estão desactivados.