Internacional

Líderes mundiais saúdam Lula da Silva. Marcelo acredita em futuro promissor e Putin quer continuar a cooperar com Brasil

Marcelo Rebelo de Sousa telefonou de madrugada ao recém-eleito presidente do Brasil, reiterando a importância das boas relações entre os dois povos e os dois países irmãos.


Marcelo Rebelo de Sousa já falou ao telefone com Lula da Silva, depois de, na noite de domingo, ter felicitado o recém-eleito presidente do Brasil, referindo que acredita que o seu mandato corresponderá a um período promissor nas relações com Portugal.

Numa nota esta segunda-feira publicada no site da Presidência da República, lê-se que, "na sequência da mensagem de felicitações ontem enviada, o Presidente da República falou telefonicamente, ao início da madrugada de Lisboa, com o Presidente eleito do Brasil Lula da Silva, tendo ambos reiterado a importância das boas relações entre os dois povos e os dois países irmãos"

Já na mensagem partilhada na noite de domingo, Marcelo Rebelo de Sousa felicitou "o Presidente Luiz Inácio Lula da Silva pela eleição como Presidente da República Federativa do Brasil, com a certeza de que o mandato, que vai iniciar em janeiro próximo, corresponderá a um período promissor nas relações fraternais entre os povos brasileiro e português e por isso também entre os dois Estados".

O presidente da República já mostrou intenção de estar presente na tomada de posse de Lula da Silva, a 1 de janeiro de 2023, em Brasília.

Também António Costa já deu os parabéns ao novo presidente, através de uma mensagem publicada na sua rede social Twitter. O líder do Governo português disse encarar com "grande entuasiasmo" a eleição de Lula da Silva e o trabalho conjunto que os dois líderes farão nos próximos anos. 

 

 

No estrangeiro

Foram ainda vários os líderes dos países que felicitaram Lula da Silva pela sua eleição: Desde a Austrália e a Nova Zelândia, até à Índia, à África do Sul e ao Reino Unido. 

Rishi Sunak, primeiro-ministro britânico desde a semana passada, mostrou-se expectante pelo "trabalho conjunto em questões que interessam ao Reino Unido e ao Brasil, desde o crescimento da economia global à proteção dos recursos naturais do planeta e à promoção dos valores democráticos". 

De acordo com a presidência russa, também o Presidente Vladimir Putin enviou as suas "sinceras felicitações". "Os resultados das eleições confirmaram a sua grande autoridade política. Espero que, fazendo esforços conjuntos, asseguremos um maior desenvolvimento da cooperação construtiva russo-brasileira em todas as áreas", lia-se na mensagem partilhada.

A presidente da Comissão Europeia, Ursula Von Der Leyen, e o presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, não ficaram de fora desta onda de parabenizações.

"Parabéns, Lula da Silva, pela sua eleição como Presidente do Brasil. Estou ansiosa por trabalhar consigo para enfrentar os desafios globais prementes, desde a segurança alimentar ao comércio e às alterações climáticas", escreveu Von der Leyen na rede social Twitter. 

Charles Michel afirmou que "a UE está empenhada em cooperar nos desafios globais, [como] paz e estabilidade, prosperidade e alterações climáticas, e vamos trabalhar com toda a região", manifestando que desejava poder felicitar o novo presidente "pessoalmente em breve".

Os comentários estão desactivados.