Internacional

Coreia do Norte. Troca de salvas entre Coreias

A tensão na península da Coreia está a escalar. O regime norte-coreano disparou pelo menos 23 mísseis num único dia, esta quarta-feira, tendo um deles caído a menos de 60 km de Sokcho, uma cidade sul-coreana.


Tensão alta 

A tensão na península da Coreia está a escalar. O regime norte-coreano disparou pelo menos 23 mísseis num único dia, esta quarta-feira, tendo um deles caído a menos de 60 km de Sokcho, uma cidade sul-coreana.

Já o Governo de Seul respondeu colocando no ar caças, que dispararam três mísseis sobre a linha de demarcação marítima. Pyongyang depois ripostou com mais seis mísseis e uma barragem de mais de uma centena de tiros de artilharia.

O regime de Kim Jong-Un claramente não está a achar piada aos exercícios conjuntos em curso entre os Estados Unidos e a Coreia do Sul

Pânico 

Viveram-se momentos de terror nas regiões mais próximas da fronteira entre as duas Coreias. Quando soaram 
as sirenes de alarme aéreo em Ulleung, uma pequena ilha controlada por Seul, onde os moradores receberam ordens para se abrigarem em bunkers.

“O preço mais horrível” 

Já o resto do mundo observa com receio, sobretudo após o regime de Kim ameaçar que os seus vizinhos “pagariam o preço mais horrível na história” se não suspendessem os seus exercícios militares. Sendo lido como uma ameaça de recorrer ao seu arsenal nuclear.

Os comentários estão desactivados.