Cultura

Mais uma obra de Van Gogh vandalizada por ativistas ambientais

Ativistas ambientais, do grupo “Utima Generazione”, atiraram sopa de ervilhas contra a peça de arte, exposta em Roma, na Itália.

Mais uma obra de Van Gogh vandalizada por ativistas ambientais

A pintura “O Semeador”, de Vincent Van Gogh, foi esta sexta-feira alvo de um ataque levado a cabo por um grupo de ativistas ambientais do grupo “Utima Generazione”, que atiraram sopa de ervilhas contra a peça de arte, exposta em Roma, na Itália.

De acordo com a Reuters, as quatro ativistas gritaram palavras de protesto contra as alterações climáticas e o uso de combustíveis fósseis.

"Estas questões deveriam estar nas primeiras páginas dos canais de notícias e das agendas políticas a cada minuto, mas em vez disso só são abordadas com ações 'escandalosas' como a desta manhã", chegou a dizer uma da ativistas.

Gennaro Sangiuliano, ministro da Cultura de Itália, condenou o ataque. "A cultura, que é uma parte fundamental da nossa identidade, deve ser defendida e protegida e não utilizada como megafone para outras formas de protesto", disse, segundo a imprensa internacional.

 

'O Semeador' encontra-se em exposição no Palazzo Bonaparte, localizado no centro da cidade de Roma, e não sofreu danos na sequência do ataque, um vez que está protegido com uma placa de vidro.

Não é a primeira vez que uma obra de Van Gogh é alvo de ataques de ativistas pela justiça ambiental. Em outubro, foi a vez do quadro “Girassóis”, exposto na National Gallery, em Londres, no Reino Unido, vandalizado com sopa de tomate, causando pequenos estragos.

Os comentários estão desactivados.