Economia

Web Summit gera 84 mil compras, um crescimento de mais de 40% face a 2021

Britânicos estão em destaque, revela a SIBS.


Durante os quatro dias de Web Summit foram realizadas 84 mil compras no recinto, o que revela um aumento de 42% no número total de operações face à Web Summit de 2021. O valor médio por compra foi de 12,25 euros tendo registado um aumento de 19% face ao ano anterior.

Os dados são do SIBS Analytics e revelam ainda que, do total de compras, 19,9% foram realizadas com cartões nacionais e 80,1% com cartões estrangeiros, de 120 nacionalidades diferentes.

Entre o TOP 5 de nacionalidades destaca-se o Reino Unido (10,5%), a Alemanha (7,8%), o Brasil (5,5%), os EUA (4,9%) e Ucrânia (4,3%). Feitas as contas, mantêm-se os países mais representados em 2021, com exceção da Polónia que foi substituída este ano pelos EUA.

O pico das transações deu-se no dia 2 de novembro, quarta-feira, às 13h24m, revela a SIBS.

Mas os dados mostram mais informação: as compras e levantamentos no distrito de Lisboa aumentaram 24,9% em número de operações na semana da Web Summit (período de 29 de outubro a 6 de novembro) face ao período homólogo, e 48,1% em número total de transações realizadas por estrangeiros face à Web Summit de 2021.

A SIBS acrescenta ainda que, sobre o tempo de permanência em Lisboa dos estrangeiros que visitaram o evento tecnológico, 17% estiveram na região de Lisboa no fim de semana anterior e 42% no fim de semana seguinte ao evento.

 Com base na atividade dos cartões na Rede Multibanco, os setores de atividade onde se registaram mais operações foi em supermercados (28,9%), restauração (25,9%) e gasolineiras (4,9%).

Os comentários estão desactivados.