Internacional

Efemérides de 9 de Novembro (2022)

2020. Foi há 2 anos que a BioNTech e a Pfizer anunciaram as suas vacinas para o COVID-19.

Efemérides de 9 de Novembro (2022)

1799 (18 de Brumário no calendário da Revolução Francesa) Napoleão Bonaparte (1769-1821) tomou ditatorialmente o poder em França há 223 anos, com um golpe de Estado em que ‘domesticou’ a Revolução que apoiara, dissolvendo a Assembleia Nacional, anulando a Constituição, e estabelecendo o Consulado – que o levou a Imperador em 1804.

1938 Na Noite de Cristal (Kristallnacht), há 84 anos, destruíram-se milhares de lojas e habitações de judeus, bem como cerca de 2 centenas de sinagogas, continuando a violência por mais dois dias, com a imposição do clima de terror que antecedeu o Holocausto.

1958 Um hidroavião da companhia Artop, num voo entre Lisboa e Funchal, caiu há 64 anos ao mar com 36 pessoas a bordo, no que foi o primeiro acidente da aviação comercial portuguesa.

1989 O Muro de Berlim começou a ser derrubado há 33 anos, aproveitando a abertura soviética de Gorbatchov (1931-2022, e líder soviético entre 1985-91), e dando início a uma enorme revolução mundial.

1996 O gasoduto Magrebe-Europa, que transporta o gás argelino até Portugal (com ligação aos gasodutos espanhóis, em Campo Maior), e tem sido protegido pelas Forças Armadas dos EUA (segundo a WikiLeaks), com 1105 km, foi inaugurado há 26 anos.

2006 A ONU e a CPLP assinaram há 16 anos um memorando de entendimento para consulta mútua e troca de informações sobre direitos humanos.

2017 O Papa Francisco (n.1936 e entronizado em 2013), que no início do ano já pedira aos fiéis que amassem a Bíblia tanto quanto amam os seus smartphones, mostrou-se revoltado com o uso destes dispositivos móveis por parte de padres e bispos durante a missa, e pediu-lhes para o deixarem de fazer.

2020 Foi há 2 anos que a BioNTech e a Pfizer anunciaram as suas vacinas para o COVID-19.

2021 A UE acusou há 1 no o líder da Bielorrússia, Alexander Lukashenko, de "abordagem desumana ao estilo gângster" a milhares de migrantes que se aglomeram na sua fronteira com a Polónia em condições de frio insuportável.

Os comentários estão desactivados.