Politica

PSD contrata mãe de Alexandre Poço para serviços de assessoria

Maria Antónia Silva trabalha para o gabinete da vereadora que substituiu Poço na autarquia de Oeiras.


O  gabinete dos vereadores do PSD na Câmara Municipal de Oeiras contratou, por ajuste direto, a mãe de Alexandre Poço, ex-vereador da autarquia e presidente da Juventude Social-Democrata (JSD). De acordo com o Observador, Maria Antónia Silva assinou um contrato de prestação de serviços de “assessoria técnica especializada” em fevereiro deste ano com o gabinete da vereadora Susana Duarte, que assumiu o lugar deixado vago pelo social-democrata na autarquia, após ter suspendido o mandato em janeiro.

Em declarações ao mesmo site, o gabinete do PSD rejeitou “a mais remota correlação”  entre a suspensão de mandato de Alexandre Poço e a contratação da mãe do líder da JSD, mas admitiu não ter consultado outras pessoas para o cargo.

O contrato, disponível para consulta no Portal Base, cifra-se em 16 500 euros, ou seja, 1500 euros mensais a que se somam 23% de IVA, em “serviços de assessoria técnica especializada ao gabinete da Sra. Vereadora Susana Isabel Duarte, em regime de avença”, pelo prazo de onze meses. Contudo, na resposta ao Observador, o gabinete do PSD diz que a mãe de Alexandre Poço vai desempenhar “funções de secretariado num gabinete político de apoio à vereação do PSD”, argumentando que na sua seleção pesou a “confiança política” da vereadora Susana Duarte na militante social-democrata. Maria Antónia Silva “é militante do PSD há praticamente uma década” e “é uma militante empenhada do PSD, ativa e comprometida com a vida partidária, e é uma cidadã interventiva na vida cívica no concelho de Oeiras”, justificou o partido.

Entretanto, o caso que envolve o dirigente da JSD não passou ao lado de outra juventude partidária. Recordando que Alexandre Poço foi eleito vereador na CM de Oeiras “com uns famosos cartazes onde aparecia de meias laranja e prometia ‘dar tudo por Oeiras’”, a Juventude Popular (JP) de Lisboa acusa o social-democrata de ter abdicado da vereação “em troca de um tacho para a própria mãe”.

Os comentários estão desactivados.