Economia

Bruxelas vê Portugal a crescer 6,6% este ano

No entanto crescerá apenas 0,7% no próximo ano. Inflação deverá ser de 8% em 2022 e 5,8% em 2023.

Bruxelas vê Portugal a crescer 6,6% este ano

A economia portuguesa vai crescer 6,6% este ano, o dobro da média dos parceiros europeus, prevê a Comissão Europeia. No entanto, para o próximo ano as notícias não são tão animadoras e o Produto Interno Bruto (PIB) português deve crescer apenas 0,7%.

Mas mesmo com este pequeno crescimento, Portugal vai crescer mais do dobro da média da União Europeia (UE) e da zona euro no próximo ano.

Para o ano a seguir, 2024, o PIB deve aumentar 1,7%, ligeiramente acima da média europeia.

No que diz respeito à inflação, Bruxelas prevê que a taxa se fixe nos 8% em 2022 e 5,8% em 2023, ambos os valores acima da previsão inscrita pelo Governo no Orçamento do Estado para 2023: 7,7% para este ano e 4% no próximo.

Pra 2024, Bruxelas projeta que a inflação abrande para 2,3%.

Sobre o que se prevê para o desemprego, a Comissão Europeia estima que a taxa de desemprego no país atinja, este ano, os 5,9%, menos otimista do que a de 5,6% do Governo.

As previsões mostram que a taxa de desemprego em Portugal vai manter-se estável em 2023 e deverá baixar para 5,7% em 2024.

Para a zona euro, Bruxelas estima que deverá crescer 0,3% em 2023. Já a inflação ainda deverá estar acima de 6% e o défice orçamental global deverá subir para 3,7% do PIB.

Os comentários estão desactivados.