Internacional

Ministro britânico admite subida de impostos para responder à crise

Em declarações à Sky News, o ministro avançou – ainda que de forma muito resumida - o plano que irá anunciar no próximo dia 17, na Câmara dos Comuns, para responder à crise e à dívida. 

Ministro britânico admite subida de impostos para responder à crise

O ministro da Economia britânico, Jeremy Hunt, confessou este domingo que os contribuintes terão de “pagar um pouco mais de impostos” para responder à atual crise económica que assombra o Reino Unido.  

Em declarações à Sky News, o ministro avançou – ainda que de forma muito resumida - o plano que irá anunciar no próximo dia 17, na Câmara dos Comuns, para responder à crise e à dívida. 

"Temo que todos nós iremos pagar um pouco mais de impostos, mas não são apenas más notícias. Acho que o que as pessoas reconhecem é que, se lhes quer dar confiança sobre o futuro, precisa de ser honesto sobre o presente. E tem de se ter um plano", disse Hunt.  

O ministro conservador explicou que o plano visa responder à inflação e controlar os preços elevados da energia, assim como recuperar o crescimento económico do país. Deste modo, o governo britânico terá de tomar "decisões muito difíceis", mas Hunt defendeu que o país é "resistente" e tem enfrentado "desafios muito maiores". 

"O plano que apresentarei na Câmara dos Comuns na quinta-feira será aquele que nos ajudará a superar esses tempos difíceis" continuou.  

Quando tomou as rédeas da pasta, o ministro reverteu o plano económico da ex-primeira-ministra Liz Truss, que provocou turbulência nos mercados financeiros. 

 
 

Os comentários estão desactivados.