Cultura

Grammys. Beyoncé é a artista mais nomeada de sempre

Em segundo lugar, com oito nomeações, aparece o ‘rapper’ Kendrick Lamar, seguido das cantoras Adele e Brandi Carlile, com sete cada uma. 

Grammys. Beyoncé é a artista mais nomeada de sempre

Beyoncé não dá margens para dúvidas. A cantora é quem tem mais nomeações à 65.ª edição dos Grammy, com um total de nove, o que significa que se tornou na artista mais nomeada de sempre, com um total de 88 indicações ao longo da sua carreira.  

Em segundo lugar, com oito nomeações, aparece o ‘rapper’ Kendrick Lamar, seguido das cantoras Adele e Brandi Carlile, com sete cada uma. 

A “Queen B”, como também é conhecida pelos fãs, está nomeada para o Álbum do Ano, com “Renaissance”, e Gravação do Ano e Canção do Ano, com “Break my soul”, não parando por aqui. A nomeações surgem também em categorias de Dança/Eletrónica e R&B (Rhythm and Blues). 

Dos nomes mais aclamados e que surgem como destaque coomo nomeados no Grammy 2023, encontram-se Mary J. Blige, DJ Khaled, Future, Terius "The-Dream" Gesteelde-Diamant, Randy Merrill e Harry Styles, com um total de seis indicações cada. 

Beyoncé concorre ainda ao Grammy de Álbum do Ano com os Abba (por “Voyage”), Adele (“30”), Bad Bunny (“Un Verano sin ti”), Mary J. Blige (“Bom dia lindo – Deluxe”), Brandi Carlile (“In these silent days”), Coldplay (Music of the Spheres”), Kendrick Lamar (“Mr. Morale & The Big Steppers”), Lizzo (“Special”) e Harry Styles (“Harry's House”). 

No que diz respeito à categoria de Gravação do Ano, o nome da cantora não se encontra de fora, com um dos seus últimos trabalhos de destaque – a música “Break my soul”.  

Junta-se a ela, nesta categoria, os ABBA (“Don't shut me down”), Adele (“Easy on me”), Mary J. Blige ( “Good Morning Gorgeous”), Brandi Carlile com Lucius (“You and Me on the Rock”), Doja Cat (“Womanr”), Steve Lacy (“Bad habit”), Kendrick Lamar (“Heart Part 5), Lizzo (“About Damn Time”) e Harry Styles (“As it was”). 

 

 
 

 

 

Os comentários estão desactivados.