Internacional

Lula da Silva quer organizar Conferência do Clima no Brasil

O presidente eleito, que tomará posse em janeiro do ano que vem, destacou a importância de uma conferência do clima no Brasil, uma vez que o país abriga cerca de 65% da maior floresta do planeta


Lula da Silva, o presidente eleito do Brasil, anunciou esta quarta-feira que quer organizar a conferência do clime da Organização das Nações Unidas (ONU) COP30, em 2025, no Brasil. 

Num evento organizado num espaço dedicado aos governos regionais da Amazónia brasileira em Sharm el-Sheikh, no Egito, onde acontece a COP27, o governante afirmou: "Vamos conversar com o secretário-geral da ONU e pedir que ele leve a COP30 para a Amazónia".

"Se a Amazónia tem o significado que tem para o planeta Terra, se tem a importância que todos vocês dizem que tem, que todos os cientistas dizem que tem, nós não temos de medir esforços para afirmar que uma árvore em pé vale mais do que uma árvore derrubada", acrescentou ainda.

O presidente eleito, que tomará posse em janeiro do ano que vem, destacou a importância de uma conferência do clima no Brasil, uma vez que o país abriga cerca de 65% da maior floresta do planeta, considerando ainda improtante que "as pessoas que defendem a Amazónia, que defendem o clima conheçam de perto o é aquela região" para que possam discutir a Amazónia "a partir de uma realidade concreta".

Já em 2019, o país tinha proposta sediar a COP25, mas a eleição de Jair Bolsonaro fez o país desistir. 

"O Brasil está de volta ao mundo", escreveu Lula da Silva nas suas redes sociais, ao chegar no Egito, sem fazer, contudo, alusão direta ao rival nas últimas eleições, que tem sido alvo de críticas pela falta de políticas claras em defesa do meio ambiente e contra as mudanças climáticas.

 

Os comentários estão desactivados.