Opiniao

Portugalidade: Novos filmes a não perder

s actuações são soberbas assim como a direcção de Sofia Teixeira Gomes. Não se poderia desejar melhor representação da vida rústica portuguesa e do carácter dos idosos.

Portugalidade: Novos filmes a não perder

por Roberto Cavaleiro,

No dia 16 de novembro a RTP1 apresentou o filme “Vizinhas” : um conto alegre de duas avós que recordam as promessas feitas no final da sua idílica infância de estarem “juntas para sempre” apesar de estarem destinadas a passar a vida adulta separada. No presente, como viúvas idosas, encontram-se na aldeia onde cresceram para fazer face ao desejo das suas famílias de as colocar num lar de idosos onde, por acaso, reside um dos rapazes com quem outrora partilharam os seus sonhos e aventuras. Indomavelmente, eles embarcam em novas aventuras para animar seus dias finais e cumprir suas promessas de adolescência.

É uma história simples que é contada com muito carinho e empatia. As actuações são soberbas assim como a direcção de Sofia Teixeira Gomes. Não se poderia desejar melhor representação da vida rústica portuguesa e do carácter dos idosos. É sem legendas, mas a interpretação da história simples não deve ser difícil para qualquer estrangeiro com pouco conhecimento de português, tornando-a ideal para qualquer migrante que pretenda compreender o nosso modo de vida.

Este maravilhoso filme é o primeiro de uma série destinada a ser intitulada “Contado Por Mulheres”. Cada um será dirigido por mulheres, algumas das quais são novas na arte de contar histórias audiovisuais, mas com experiência em teatro, dança e até publicidade, enquanto os elencos serão formados por actrizes veteranas e novatas. Se “Vizinhas” servir de referência, em breve desfrutaremos de um banquete de soberba feminilidade cinematográfica.

Tomar   18-11-2022

Os comentários estão desactivados.