Economia

António Costa diz que nada justificaria aumento de 10% nas portagens

Chefe de Governo prometeu intervir para que não haja um "aproveitamento" da inflação.

 


O primeiro-ministro afirmou, este sábado, que nada justificaria um aumento de 10% no preço das portagens. António Costa prometeu intervir para que não haja um "aproveitamento" da inflação.

"O que é que justificaria que as portagens subissem 10% no próximo mês de janeiro? Nada", afirmou, na Covilhã, no XX Congresso Federativo do PS/Castelo Branco.

"Não há aumentos de custos de energia, não há nenhum aumento de fator de produção que justifique que os concessionários das autoestradas aumentassem 10% o custo das portagens”, declarou o líder do Governo

“E é por isso que iremos intervir. Para que não aproveitem essa circunstância para terem um aumento injustificado que penalizaria muito o funcionamento da economia e o conjunto dos portugueses", acrescentou.

Os comentários estão desactivados.