Internacional

Giorgia Meloni quer combater o "terrível flagelo do feminicídio"

"Este Governo está na linha de frente para combater a violência contra as mulheres e o terrível flagelo do feminicídio", assegurou a governante, através de uma mensagem publicada no Twitter.  

Giorgia Meloni quer combater o "terrível flagelo do feminicídio"

No Dia Internacional para a Eliminação da Violência contra as Mulheres, que se assinala esta sexta-feira, Giorgina Peloni, primeira-ministra de Itália, defendeu que as medidas de combate à violência contra as mulheres devem basear-se em prevenção, proteção e certeza de punição. 

"Este Governo está na linha de frente para combater a violência contra as mulheres e o terrível flagelo do feminicídio", assegurou a governante, através de uma mensagem publicada no Twitter.  

"Devemos isso às muitas vítimas, muitas vezes sem justiça, e àquelas que ainda são forçadas a sofrer esta barbaridade", referiu a primeira-ministra, acrescentando que "os dados relativos à violência contra a mulher continuam a representar um drama nacional". 

"Como Governo, pretendemos focar o nosso compromisso em três pilares de atuação: prevenção, proteção e certeza da punição", defendeu. 

Os comentários estão desactivados.