Sociedade

Níveis de poluição em Lisboa superiores ao permitido

Terminal de cruzeiros de Santa Apolónia destaca-se


Algumas zonas de Lisboa apresentam níveis de poluição superiores ao permitido pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Com destaque para o terminal de cruzeiros de Santa Apolónia e algumas ciclovias.

"O terminal de cruzeiros em Santa Apolónia, tal como as ciclovias em certas artérias da capital, são áreas com níveis de poluição elevados e prejudiciais à saúde. A investigação em curso corrobora, na sequência de estudos anteriores, o trânsito elevado e o transporte marítimo como fatores determinantes nas situações de poluição registadas no concelho de Lisboa", explica a nota

As zonas mais alarmantes são Calçada de Carriche, Avenida 24 de Julho, Alameda da Encarnação e a Avenida Infante Dom Henrique, com níveis de poluição mais elevado por dióxido de azoto.

No período de análise do dióxido de azoto, concluiu-se que os valores em Lisboa foram, em termos médios, de 71,08 µg/m3, "bem acima do patamar definido pela OMS", que sáo 10 µg/m3 permitidos.

Estes dados foram revelados num estudo desenvolvido por investigadores dos Centros de Investigação e Estudos de Sociologia, Investigação em Ciências da Informação, Tecnologias e Arquitetura e Recursos Naturais e Ambiente.

Os comentários estão desactivados.