Sociedade

Aviso Vermelho. 1 morto em Algés e vários túneis e estradas encerradas

O Serviço Municipal de Proteção Civil apela à população para "que tome as maiores precauções face ao estado do tempo, nomeadamente, não saindo à rua, exceto para situações de emergência".

Aviso Vermelho. 1 morto em Algés e vários túneis e estradas encerradas

As inundações que estão a afetar a zona de Grande Lisboa já provocou um morto em Algés. Uma mulher de 55 anos que estava numa cave que ficou inundada, confirmou o comandante nacional de Emergência e Proteção Civil, André Fernandes, que informou que, até às 00h30, havia registo de um total de 455 ocorrências, com destaque para os distritos de Lisboa (com 379 ocorrências), Setúbal (com 39) e Faro (com dez).

Até ao momento, e em todo o país, foram registadas 455 ocorrências, que envolvem 500 operacionais e 167 veículos.

Os túneis do Campo Grande, da zona do Campo Pequeno e da Avenida João XXI estão fechados. A Avenida 24 de julho também está interditada e Avenida de Berna também",  avançou à Lusa o comandante dos Sapadores Bombeiros de Lisboa e revelou que, pelas 23:40, foram registadas "aproximadamente 100 ocorrências ativas".

De acordo a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC), há cerca de 164 ocorrências ativas no distrito de Lisboa, sendo que os concelhos mais afetados são Lisboa, Oeiras e Sintra.

A Avenida Marginal, em Oeiras, entre Algés e Cruz Quebrada está encerrada ao trânsito. Em São Domingos de Rana, em Cascais, na Amadora e em Queluz, Sintra, também há varias ruas encerradas.

O Serviço Municipal de Proteção Civil apela à população de Lisboa para "que tome as maiores precauções face ao estado do tempo, nomeadamente, não saindo à rua, exceto para situações de emergência".

Carlos Moedas esta quinta-feira às 10h o ponto da situação decorrente do temporal que está a assolar toda a região de Lisboa.

Os comentários estão desactivados.