Desporto

FIFA recusa pedido de Zelensky para emitir mensagem na final do Mundial

O pedido da Ucrânia não supreende, uma vez que Kiev tem usado grandes eventos mundiais para apelar à paz e falar sobre a guerra na Ucrânia. 


A FIFA rejeitou esta sexta-feira um pedido de Volodymyr Zelensky para partilhar uma mensagem de paz antes do da final do Mundial de futebol, que acontece este domingo, no Qatar, num jogo em que a Argentina vai defrontar França. 

De acordo com a CNN, o gabinete de imprensa do presidente ucraniano ter-se-á oferecido para aparecer num vídeo exibido aos adeptos no estádio, contudo, a resposta foi negativa. Não ficou claro se a mensagem emitida seria pré-gravada ou emita em direto. 

"Pensámos que a FIFA queria usar a sua plataforma para um bem maior", lamentou a fonte citada pelo órgão de comunicação norte-americano. 

Acredita-se, no entanto, que ainda estão a decorrer negociações entre a presidência ucraniana e a FIFA. 

O pedido da Ucrânia não supreende, uma vez que Kiev tem usado grandes eventos mundiais para apelar à paz e falar sobre a guerra na Ucrânia. 

A cúpula do G20, a cerimónia de entrega dos prémios Grammy e o Festival de Cinema de Cannes foram alguns dos eventos onde o líder ucraniano apareceu em vídeo, tendo aindaconcedido entrevistas a jornalistas e artistas, como é o caso de Sean Penn e David Letterman. 

 

 

Os comentários estão desactivados.