Economia

Défice externo de 1317 milhões até novembro

Dados do Banco de Portugal.


Portugal registou um défice externo de 1317 milhões de euros até outubro, que compara com um excedente de 1556 milhões em igual período de 2021, revelou o Banco de Portugal (BdP). De acordo com o regulador, só no mês de novembro, as balanças corrente e de capital atingiram um excedente de 887 milhões de euros, o que corresponde a um aumento de 373 milhões de euros relativamente ao mesmo período de 2021. “Na balança de bens, verificou-se um aumento do défice, de 638 milhões de euros, explicado por um crescimento das importações superior ao das exportações em relação a outubro de 2021 (taxas de variação homólogas de 24,7% e 20,7%, respetivamente)”, apontou o BdP, acrescentando que “o défice da balança de bens registado no mês de agosto é o maior de toda a série mensal disponível”.

“Na balança de bens, verificou-se um aumento do défice, de 638 milhões de euros, explicado por um crescimento das importações superior ao das exportações em relação a outubro de 2021 (taxas de variação homólogas de 24,7% e 20,7%, respetivamente)”, apontou o BdP, acrescentando que “o défice da balança de bens registado no mês de agosto é o maior de toda a série mensal disponível”.

Os comentários estão desactivados.