Vida

Carlos III recorda mãe e mostra-se solidário com trabalhadores "num momento de grande ansiedade"

Carlos, de 74 anos, deixou uma palavra para todos os cidadãos que lutam para conseguir pagar as contas.

Carlos III recorda mãe e mostra-se solidário com trabalhadores "num momento de grande ansiedade"

Carlos III, o rei de Inglaterra, relembrou este domingo a sua mãe, a rainha Isabel II, naquela que foi a sua primeira mensagem de Natal como ‘líder’ da família real britânica, aproveitando para homenagear também os trabalhadores do serviço público britânico numa altura em que a inflação parece não dar tréguas. 

A mensagem de homenagem a estes trabalhadores veio numa altura em que vários setores se encontram a fazer grave, ou anunciaram que o iam fazer, como por exemplo os trabalhadores da Saúde e da Educação, reivindicando melhores salários e melhores condições de trabalho.  

Carlos, de 74 anos, deixou ainda uma palavra para todos os cidadãos que lutam para conseguir pagar as contas "num momento de grande ansiedade e dificuldade". 

Mas a primeira nota da sua mensagem de Natal foi dirigida à sua mãe, que morreu no dia 8 de setembro, aos 96 anos de idade, após 70 anos no trono. A cerimónia de coroação de Carlos está agendada para maio. 

"O Natal é uma época particularmente dolorosa para todos nós que perdemos entes queridos", disse o monarca. "Sentimos a sua ausência em cada regresso familiar [desta] temporada, e recordamo-los em cada tradição celebrada". 

Recorde-se que o Reino Unido regista uma inflação elevada e que, juntamente com o que está a acontecer em vários países do mundo, tem dificultado a vivência de muitas famílias.

 

Os comentários estão desactivados.