Cultura

Festivais de Verão. Novas ofertas, velhos conhecidos e propostas para os mais exigentes

Ainda nem celebrámos a entrada em 2023, já os fãs de música estão de água na boca com as primeiras confirmações dos festivais de música e a aguardar impacientemente por verem e ouvirem as suas bandas favoritas ao vivo. O próximo ano vai trazer jovens festivais, como o Courage Club, o primeiro festival do ano, com artistas como Interpol ou Mallu Magalhães, o Kalorama ou o Evil Liv3, o mais recente festival de metal em Portugal, velhos conhecidos com cartazes bem recheados de grandes artistas, como o NOS Alive, com bandas como os Red Hot Chili Peppers, os Arctic Monkeys e os Queens of the Stone Age, ou o NOS Primavera Sound, com o Kendrick Lamar, Rosalía e os Blur, mas também eventos com sons mais específicos e experimentais, como o Sonic Blast, para fãs de rock psicadélico, ou o Tremor, que mistura a experiência de ouvir música ao vivo com as paisagens dos Açores.


Courage Club 

17 e 18 de fevereiro

O primeiro festival do ano é a segunda edição do Courage Club, que muda de local, deixa de acontecer em Paredes de Coura e ganha nova casa em Guimarães, e conta pela primeira vez com nomes internacionais, como os norte-americanos Interpol, uma das mais importantes bandas rock do iníco do século, e a cantora brasileira, Mallu Magalhães, integrante da Banda do Mar. O cartaz é constituído por vários artistas portugueses, como David Bruno, Dino D’Santiago ou os Glockenwise.

Passe geral: 50 euros

Tremor 

28 de março a 1 de abril

É nos Açores, mais especificamente na ilha de São Miguel, que existe uma das mais interessantes propostas de festivais em Portugal. O Tremor, que conta com um cartaz com nomes como Angel Bat Dawid, Avalanche Kaito ou Divide and Dissolve, mas também nomes portugueses, como Bia Maria, Vaiapraia, Fado Bicho ou Pongo, pode intimidar por serem nomes pouco conhecidos entre o público no geral, mas o festival açoreano pretende oferecer uma experência única conciliando a música com as particulariedades da ilha.  

Passe geral: 60 euros

NOS Primavera Sound 

7 a 10 de junho

O megalómano (e melómano) cartaz do Primavera Sound do Porto promete trazer um pouco de tudo ao Parque da Cidade. Pela primeira vez a decorrer em quatro dias, os fãs de hip-hop podem deleitar-se com um dos seus mais aclamados intérpretes, Kendrick Lamar, a regressar a Portugal pronto para apresentar o seu mais recente disco, Mr. Morale & The Big Steppers. O cartaz conta ainda com os Blur, ícones do britpop, ou Rosalía, uma das mais interessantes e criativas artistas espanholas da atualidade. 

Passe geral: 170 euros

Super Bock Super Rock 

13 a 15 de julho

Depois de uma edição que teve de ser feita inesperadamente no Parque das Nações, o Super Bock Super Rock vai voltar, pela primeira vez desde 2019, ao Meco. Este regresso vai ser celebrado com Franz Ferdinand, The 1975, James Murphy (DJ Set, líder dos LCD Soundsystem, a estreia em Portugal da nova coqueluche britânica, Black Country, New Road, os L’Impératrice, que deram um dos mais aclamados concertos do último Paredes de Coura, e Sampa The Great.

Passe geral: 105 Euros (até 31/12); 115 Euros (01/01 a 15/04); 125 Euros (16/04 a 12/07)

MEO Marés Vivas 

14 a 16 de julho

A seguir a tendência de tantos outros festivais e concertos, o Marés Vivas, que decorre no Parque de Campismo Madalena, em Vila Nova de Gaia, vai apostar forte no Reggaetón, com a presença do Colombiano J Balvin, um dos mais aclamados artistas deste estilo. voz de êxitos como Mi Gente ou Ginza. Para além do “Príncipe do Reggaetón”, o cartaz conta ainda com a banda irlandesa The Script e um vasto leque de artistas portugueses, onde estão incluídos Jorge Palma, os Da Weasel ou Slow J.

Passe geral: 90 Euros

Vagos Metal Fest 

3 a 5 de agosto

O grande destaque do festival de metal que acontece na Quinta do Ega, em Vagos, no distrito de Aveiro, é o lendário grupo brasileiro Sepultura, que, no entanto, ja não conta com nenhum dos seus íconicos fundadores, os irmãos Cavalera, Max e Igor, sendo que o elemento que se encontra no grupo há mais tempo é Paulo Jr.. Além dos brasileiros, o evento vai contar ainda com a presença de Imperial Triumphant, Gatecreeper, Be’lakor, Corpus Christii, Glasay e Midnight Violators.

Passe geral: 85 Euros

Evil Liv3 Festival 

28 e 29 de junho

O mais recente festival de metal em Portugal chegou com estrondo, anunciando imediatamente dois nomes icónicos para os fãs de música mais pesada, os Pantera, que contam com o controverso vocalista Phil Anselmo e o baixista Rex Brown da formação mais conhecida do grupo, apoiados ainda pelo aclamado guitarrista Zakk Wylde, que acompanhou músicos como Ozzy Osbourne, e os eráticos Slipknot.  A completar o cartaz ainda há Alter Bridge, Meshiggah, Vended, Fever 333 e Nothing More.

Passe geral: 120 euros

NOS Alive 

6 a 8 de julho

O mais recente festival de metal em Portugal chegou com estrondo, anunciando imediatamente dois nomes icónicos para os fãs de música mais pesada, os Pantera, que contam com o controverso vocalista Phil Anselmo e o baixista Rex Brown da formação mais conhecida do grupo, apoiados ainda pelo aclamado guitarrista Zakk Wylde, que acompanhou músicos como Ozzy Osbourne, e os eráticos Slipknot.  A completar o cartaz ainda há Alter Bridge, Meshiggah, Vended, Fever 333 e Nothing More.

Passe geral: 120 euros

EDP Cooljazz 

8, 20, 26 e 29 de julho

“Olá, este é o festival que estávamos à procura”. O festival que acontece em Cascais conta com o icónico cantor e voz de inconfundívies êxitos como Hello, All Night Long ou Do It To Me, Lionel Ritchie, que estará no evento no dia 8 de julho. Para além desta distinta voz, o certame conta ainda com os metres do jazz, Snarky Puppy, o cantautor californiano Ben Harper, acompanhado pelos The Innocent Criminals, e a talentosa cantora, Norah Jones. 

Preço: 08/07: 35 a 75 Euros; 20/07: 30 a 45 Euros; 26/07: 30 a 48 Euros; 29/07: 30 a 70 Euros

Sonic Blast Fest 

10 a 12 de agosto

Depois de terem mudado de espaço na edição anterior, abandonando Moledo, devido a queixas do habitantes, instalando-se em Vila Praia de Âncora, o Sonic Blast é um deleite para os maiores apreciadores de estilos como o rock psicadélico ou o stoner rock, arrastanto audiências de todo o lado do mundo. A próxima edição do festival conta, no entanto, com alguns estilos que fogem à regra, com a presença de bandas como o super-grupo de hardcore punk, OFF!.

Passe geral: 75 Euros (até 31/01); 85 Euros (de 01/02 até 31/05); 95 Euros (após 01/06) 

Vodafone Paredes de Coura

16 a 19 de agosto 

Um dos últimos festivais a anunciar os primeiros nomes do seu cartaz, o regresso ao certame que decorre nas margens da Praia Fluvial do Tabuão vai acontecer em ambiente festivo, com o 30º aniversário do Paredes de Coura. Para celebrar esta data redonda, podemos contar, para já, com bandas como os norte-americanos Wilco, de regresso a Portugal, pela primeira vez desde 2012, os conterrâneos The Walkmen, de regresso depois de terem acabado em 2013, e a sueca Fever Ray.

 

Passe geral: 120 euros

MEO Kalorama 

31 de agosto a 2 de setembro

 A segunda edição do festival que acontece no Parque da Bela Vista vai ser marcado por diversos cabeças de cartaz que, no presente ano, já marcaram presença em Portugal, os Arcade Fire (num concerto em nome próprio), Florente + the Machine (NOS Alive), The Blaze (Paredes de Coura), Metronomy e Foals (ambos no Super Bock Super Rock). O último festival a decorrer no verão conta ainda com a estreia em Portugal da banda australiana liderada pela irreverente, Amy Taylor, Amyl and the Sniffers.

Passe geral: 125 euros

Os comentários estão desactivados.