Politica

Marcelo faz aviso a Costa e diz aos portugueses é "tempo de voltar a sonhar"

Presidente da República sublinha, na sua mensagem de Ano Novo, importância de 2023 e defende que estabilidade política só depende do Governo.


O Presidente da República, na sua mensagem de Ano Novo, deixou um aviso ao Executivo de António Costa, ao afirmar que só o próprio Governo pode enfraquecer ou esvaziar" a estabilidade política, "ou por erros de orgânica, ou por descoordenação, ou por fragmentação interna, ou por inação, ou por falta de transparência, ou por descolagem da realidade".

"Está ao nosso alcance tirarmos proveito de uma vantagem comparativa, que é muito rara na Europa e no mundo democrático, e que se chama estabilidade política, ademais com um Governo de um só partido com maioria absoluta, mas, por isso mesmo, com responsabilidade absoluta", afirmou Marcelo Rebelo de Sousa na habitual mensagem de Ano Novo aos portugueses.

Para o chefe de Estado Portugal tem de tirar "proveito de fundos europeus que são irrepetíveis e de prazo bem determinado".

"Ora, tudo isto está ao nosso alcance. E nunca me cansarei de insistir que seria imperdoável que o desbaratássemos", acrescentou.

Marcelo sublinhou por várias vezes que 2023 é um ano decisivo e lembrou que será "o único ano, até 2026, sem eleições nacionais ou de efeitos nacionais", e salientou que "um 2023 perdido compromete, irreversivelmente, os anos seguintes".

Para o Presidente este "tem de ser um ano ganho".

"Já basta o que não depende de nós para nos preocupar ou amargurar. Não desperdicemos o que só de nós depende. Depois de quase dois anos de pandemia e quase um ano de guerra, é tempo de voltar a sonhar", concluiu.

 

Os comentários estão desactivados.