Politica

Parlamento autoriza viagem de Marcelo a Roma para ir a funeral de Bento XVI

Apenas Itália e Alemanha, país de origem de Bento XVI, terão representação formal do Governo e da Presidência nas cerimónias.

Parlamento autoriza viagem de Marcelo a Roma para ir a funeral de Bento XVI

O Parlamento autorizou, esta quarta-feira, a deslocação do Presidente da República a Roma para participar, "em representação de Portugal", nas cerimónias fúnebres do Papa emérito Bento XVI.

A votação contou com as abstenções do Chega e do Bloco de Esquerda.

O Chega considera que a deslocação não obriga a aprovação dos deputados, pois "tudo aponta para que se trate de uma viagem não oficial com duração não superior a cinco dias", e apenas seria obrigatório o Presidente da República dar conhecimento prévio aos deputados.

Sublinhe-se que o funeral de Bento XVI realiza-se na quinta-feira, na Praça de São Pedro, no Vaticano, às 09h30 locais (08h30 em Lisboa), numa celebração presidida pelo Papa Francisco. Apenas Itália e Alemanha, país de origem de Bento XVI, terão representação formal do Governo e da Presidência nas cerimónias.

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, assinou, esta quarta-feira, o decreto de luto nacional pela morte do Papa emérito Bento XVI, que se vai cumprirá no dia das cerimónias fúnebres.

Os comentários estão desactivados.