Politica

PSD vai votar a favor das propostas de inquérito em relação à TAP do Chega e do BE

"Se forem rejeitadas pelo PS, que tem maioria absoluta, iremos ponderar se avançaremos com potestativo ou não", acrescentou.


Os sociais democratas revelaram esta sexta-feira que vão votar a favor das propostas do Chega e do Bloco de Esquerda (BE) para inquéritos parlamentares à TAP. 

Em declarações aos jornalistas, Joaquim Miranda Sarmento, líder parlamentar do PSD, afirmou que "o PSD, neste momento, votará favoravelmente as comissões de inquérito da TAP", propostas por aqueles dois partidos.

"Se forem rejeitadas pelo PS, que tem maioria absoluta, iremos ponderar se avançaremos com potestativo ou não", acrescentou.

Para avançar com um inquérito potestativo (obrigatório) são necessários 46 deputados, e Miranda Sarmento recordou que cada partido tem um número limitado que pode utilizar em cada legislatura.

"Ainda estamos à espera que o primeiro-ministro se digne a responder ao parlamento sobre as perguntas que lhe fizemos sobre a atuação quanto ao Banco de Portugal", recordou, sublinhando que já passaram "muito mais que os 30 dias regimentais" inicialmente previstos, embora o primeiro-ministro já tenha solicitado mais tempo.

O PSD já tinha admitido que, caso as respostas do líder do Governo não fossem satisfatórias, poderia avançar para um inquérito parlamentar sobre este tema.

Os comentários estão desactivados.