Economia

Exportações crescem mais que as importações em novembro

Valores refletem “uma desaceleração dos preços”, revela o INE.

Exportações crescem mais que as importações em novembro

As exportações registaram um crescimento de 18,9% em novembro, num mês em que as importações aumentaram 16,2%. Os dados foram avançados esta segunda-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) que revela que os dados refletem “uma desaceleração dos preços: os índices de valor unitário (preços) registaram variações homólogas de +13% nas exportações e +14,1% nas importações”.

Ainda em termos nominais, o gabinete de estatística diz que são de salientar os aumentos nas exportações e importações de material de transporte (+22,2% e +35,6%, respetivamente) e de combustíveis e lubrificantes (+100,4% e +36%, pela mesma ordem) e nas exportações de máquinas e outros bens de capital (+30,9%).

Excluindo Combustíveis e lubrificantes, registaram-se aumentos de 15,5% nas exportações e 13,5% nas importações. Os índices de valor unitário (preços) excluindo os produtos petrolíferos registaram variações de +11,8% nas exportações e +9,8% nas importações.

Já o défice da balança comercial agravou-se em 198 milhões de euros face a novembro de 2021, atingindo 2 433 milhões de euros. Excluindo combustíveis e lubrificantes, o défice totalizou 1 563 milhões de euros, aumentando 81 milhões de euros relativamente a novembro de 2021.

Fazendo as contas ao trimestre terminado em novembro, as exportações e as importações aumentaram 21,5% e 23,8%, respetivamente, em relação ao mesmo período de 2021.

Os comentários estão desactivados.