Politica

Marcelo diz que Rita Marques violou a lei ao aceitar novo cargo

"É um dos casos mais claros do ponto de vista ético e do ponto de vista lega”, afirma o Presidente.


O Presidente da República considera que a ex-secretária de Estado do Turismo violou a lei ao aceitar cargo na administração da empresa The Fladgate Partnership.

"É um dos casos mais claros do ponto de vista ético e do ponto de vista legal. Antes de haver lei já era eticamente óbvio, depois de haver lei passou a ser legalmente óbvio", afirmou Marcelo Rebelo de Sousa, esta quinta-feira, no Museu dos Coches.

"Quando alguém é indicado para exercer uma função política, faz uma escolha e essa escolha está na lei. Para a mulher de César parecer honesta, não basta sê-lo, tem de parecê-lo", defendeu o Presidente da República.

Os comentários estão desactivados.