Sociedade

Mais de 20 mil pessoas manifestam-se pela escola pública

Protesto foi convocado pelo STOP, em defesa da escola pública e contra as propostas de alteração aos concursos.


Mais de 20 mil pessoas, de acordo com a polícia, estão este sábado a participar numa manifestação pela escola pública, tendo, pouco depois das 15h00, iniciado uma marcha da Praça do Marquês de Pombal para a Praça do Comércio, em Lisboa.

Depois de se concentrarem no Marquês de Pombal, os manifestantes iniciaram a marcha pelas 15h15, com o caminho a ser liderado por um conjunto de professores que levavam um cartaz onde se lia "a lutar também estamos a ensinar". 

Os cânticos são vários mas "ministro, escuta, a escola está em luta", "não à municipalização" e "unidos pela educação" são as palavras que mais ecoam. 

Paulo Brasil, professor de inglês em Setúbal há mais de 30 anos, disse à agência Lusa que o descontentamento "é cada vez maior", lamentando que "as atuais condições de trabalho não façam uma escola pública de qualidade", e que não se consiga "chegar às necessidades de todos os alunos".

A manifestação foi convocado pelo STOP, em defesa da escola pública e contra as propostas de alteração aos concursos.

Os comentários estão desactivados.