Internacional

Médico que tratou chefe da máfia italiana está a ser investigado

O clínico de 70 anos, numa dada altura teve um consultório em Campobello di Mazaro, perto de Messina, cidade natal de Denaro, reformou-se em dezembro mas continuava a exercer a profissão numa clínica privada.


As autoridades italianas estão a investigar o médico que tratou o chefe da máfia, Matteo Messina Denaro, capturado na segunda-feira numa clínica de Palermo, onde recebia tratamento contra um cancro.

A agência de notícia italiana Ansa, diz que o mafioso que está fugido desde os anos 90, usava a identificação de Andrea Bonafede, o nome real de um doente do médico Alfonso Tumbarello.

O clínico de 70 anos, numa dada altura teve um consultório em Campobello di Mazaro, perto de Messina, cidade natal de Denaro, reformou-se em dezembro mas continuava a exercer a profissão numa clínica privada.

Tumbarello é suspeito de ter trocado as identidades dos dois pacientes para proteger o chefe da máfia que precisava de receber tratamento médico.

As autoridades já realizaram buscas no antigo consultório de Tumbarello.

Os comentários estão desactivados.