Editorial Luz

Cartão vermelho e perigos

Shakira poderá até ter toda a razão do seu lado e Piqué, mesmo fora da roda do futebol mundial, vê cartão vermelho direto por parte dos fãs da cantora. 

Cartão vermelho e perigos

Piqué e Shakira tornaram-se os nomes mais comentados da última semana depois da cantora colombiana ter lançado uma nova canção sobre o antigo companheiro. Após 12 anos de relação, o casal anunciou a separação no último verão, mas a história havia de seguir sem um ponto final. A fechar o ano passado, Shakira, de 45 anos, cantava ‘Monotonía’, já com várias indiretas ao defesa do Barcelona que, pela mesma altura, dava que falar ao comunicar o fim da carreira. Aos 35 anos, Piqué saía de jogo, embora continuasse a jogar à defesa fora dos relvados. Já Shakira prometia continuar ao ataque.

O novo tema, lançado pela artista já neste novo ano, não poupa críticas ao antigo jogador e também à sua atual companheira, de 23 anos, com quem Piqué supostamente já mantinha uma relação antes do fim do relacionamento com Shakira.

A colombiana mostrou-se surpreendida com o alcance da nova música. Mas certamente foi a única. Por sua vez, Piqué aproveitou algumas referências lançadas pela cantora e também fez disso uma oportunidade para divulgar a Kings League, um projeto criado pelo ex-atleta espanhol.

Shakira poderá até ter toda a razão do seu lado e Piqué, mesmo fora da roda do futebol mundial, vê cartão vermelho direto por parte dos fãs da cantora. À falta de melhor, ambos faturam, mas, no final do dia, é como dizem: «O casal conhece-se no divórcio, os irmãos na herança, os filhos na velhice e os amigos nas dificuldades».

De notar que também no universo das redes sociais, a semana ficou marcada pela morte de uma menina argentina de 12 anos, alegadamente após participar em mais um dos desafios virais do TikTok. Os casos sucedem-se e este último alerta novamente para o perigo iminente das redes, as mesmas que também são hoje usadas para recrutar jovens para negócios de droga - e por aí fora.

Toda a atenção continua a ser necessária.

Os comentários estão desactivados.