Internacional

EUA pedem aos países da NATO para "ratificarem rapidamente" entrada da Finlândia e da Suécia

Dos 30 membros da aliança, apenas a Turquia e a Hungria ainda não ratificaram a adesão dos países nórdicos


O governo dos Estados Unidos apelou, na quinta-feira, a que os membros da NATO ratifiquem rapidamente a adesão da Finlândia e da Suécia, falando em especial para a Turquia, que tem manifestado reservas, noticia a agência AP.

Segundo o Departamento de Estado norte-americano, o secretário de Estado Antony Blinken sublinhou a importância de todos os aliados "ratificarem rapidamente" a entrada destes países na NATO, considerando que tanto a Finlândia como a Suécia "estão prontas para aderir à aliança". 

Apesar de as declarações não mencionarem objetivamente a Turquia, estas surgem um dia depois de Blinken se ter reunido com o Ministro dos Negócios Estrangeiros turco, o país que mais se opõe à adesão dos países à Organização do Tratado do Atlântico Norte.

A Suécia e a Finlândia solicitaram a adesão à NATO na sequência da invasão russa da Ucrânia. 

Dos 30 membros da aliança, apenas a Turquia e a Hungria ainda não ratificaram a adesão dos países nórdicos, embora no caso da Hungria, a autorização esteja prevista para os próximos dias. Por outro lado, a Turquia levanta objeções significativas à entrada da Suécia e da Finlândia, alegando que os dois países apoiam grupos curdos, que os turcos consideram terroristas.

Os comentários estão desactivados.