Internacional

Menina envia ADN para a polícia para provar existência do Pai Natal

Caso aconteceu em Rhode Island, nos Estados Unidos. 


Uma menina enviou uma bolacha, que terá sido parcialmente comida pelo Pai Natal, e cenouras, parcialmente mordidas pelas suas renas, para a polícia local, de modo a que a autoridade pudesse analisar o seu ADN. 

O caso aconteceu em Rhode Island, nos Estados Unidos da América (EUA), tendo o Departamento de Polícia de Cumberland revelado que recebeu um pedido insólito de uma residente da cidade. 

De acordo com a imprensa norte-americana, Matthew Benson, chefe da polícia, afirmou que uma menina pediu às autoridades que testassem o ADN de uma bolacha e de cenouras que, na noite da consoada, tinham sido mordidas pelo Pai Natal e pelas suas renas. 

O objetivo seria provar que o Pai Natal é real e que esteve mesmo em casa da menina. 

Em relação ao ADN presente na bolacha, este já foi enviado para o Departamento de Saúde de Rhode Island. As marcas de mordidelas das renas vão ser comparadas a outros registos arquivados. 

“Esta jovem tem obviamente um grande sentido de verdade e do processo de investigação e fez um trabalho tremendo, empacotando as suas provas para apresentação”, disse Matthew Benson, assegurando que a autoridade fará o seu "melhor para lhe dar respostas”.

Os comentários estão desactivados.