Internacional

Rússia acusa Ucrânia de guardar armas fornecidas pelo Ocidente em centrais nucleares

Recorde-se de que, desde o início do conflito armado, a 24 de fevereiro do ano passado, que as centrais nucleares ucranianas estão no centro das atenções.


O Serviço de Informações Externas da Rússia (SVR) está a acusar a Ucrânia de armazenar armas fornecidas pelo Ocidente em centrais nucleares existentes no país. 

O serviço de espionagem russo terá dito, de acordo com a agência Reuters, que as "Forças Armadas ucranianas estão a armazenar armas e munições fornecidas pelo Ocidente no território das centrais nucleares", contudo, ainda não forneceu qualquer prova para essa afirmação. 

A mesma fonte explicou que os sistemas de lançamento de mísseis HIMARS, fornecidos pelos Estados Unidos da América (EUA), assim como outros sistemas de defesa antiaérea e munições de artilharia, tinham sido entregues na última semana de dezembro na central nuclear de Rivne, no noroeste da Ucrânia. 

Recorde-se de que, desde o início do conflito armado, a 24 de fevereiro do ano passado, que as centrais nucleares ucranianas estão no centro das atenções. Um exemplo disso é o caso da ocupação russa da central desativada de Chernobyl, menos de 48 horas após o início da invasão, e da de Zaporíjia, a maior da Europa. 

 

 

 

Os comentários estão desactivados.