Sociedade

Descoberta identidade do homem encontrado morto num poço com mãos e pés atados

Vítima era um pianista de Lisboa.


O corpo de um homem encontrado, na semana passada, num poço, na Moita, com os pés e mãos atados já foi identificado.

A autópsia, realizada no Instituto de Medicina Legal de Lisboa, revelou tratar-se de Pedro Queiroz, pianista de jazz, residente em Lisboa, avançou o Correio da Manhã.

A vítima estava enrolada num cobertor, de pés e mãos atados com fita e tinha escoriações na cabeça, que terão sido o resultado de pancadas com um objeto contundente.

Pedro Queiroz terá sido alvo de sequestro e extorsão e depois assassinado e largado no poço, sem qualquer documento de identificação.

Recorde-se que o cadáver foi descoberto por populares na quinta-feira passada. O corpo não estaria lá há muito tempo, pois o estado de decomposição não era avançado.

Os comentários estão desactivados.