Crítica musical

J.J. Cale - Naturally

Pouco mais de trinta minutos de duração, gravados de uma forma crua, com alguns dos temas a roçarem quase o amadorismo, conferindo-lhe por isso mesmo, o epíteto de clássico, pelo menos, aos meus ouvidos.

J.J. Cale - Naturally

J.J. Cale - Naturally
1971

por Telmo Marques

Mais um álbum debutante, desta vez por parte de um artista que contava já com 32 anos de idade, e quase a rasar o seu prazo de validade para as lides discográficas.

Se não sabem o significado de "Tulsa Sound", apenas têm de ouvir este álbum, que é a sua definição por excelência.
Blues, jazz, rockabilly, country e jazz, encontra-se neste álbum um pouco de tudo, aliado à excelência de JJ Cale como guitarrista, coadjuvado em partes pelo magnífico som "wah wah" da sua guitarra.

Poucos artistas exerceram tamanha influência em variados outros como JJ Cale. Refiro-me particularmente a nomes como Eric Clapton, Mark Knopfler, Neil Young, Tom Petty, Lynyrd Skynyrd e incontáveis outros.

Pouco mais de trinta minutos de duração, gravados de uma forma crua, com alguns dos temas a roçarem quase o amadorismo, conferindo-lhe por isso mesmo, o epíteto de clássico, pelo menos, aos meus ouvidos.

Temas como "Call Me The Breeze", "Crazy Mama", "Magnolia" e "After Midnight" transformam este álbum num autêntico "staple" na carreira de Cale, que nunca atingiu os picos da fama dos nomes anteriormente mencionados, talvez porque nunca almeja-se tal.

Atentem apenas ao primeiro tema do álbum, e todo um novo espectro musical, abrir-se-á perante os vossos ouvidos, ou então, e desculpem o termo, já não têm redenção possível...!!!

"Call Me The Breeze"

" Call me the breeze
I keep blowin' down the road
Well now, they call me the breeze
I keep blowin' down the road
I ain't got me nobody
I don't carry me no load
Ain't no change in the weather
Ain't no changes in me
Well, there ain't no change in the weather
Ain't no changes in me
And I ain't hidin' from nobody
Nobody's hidin' from me
Oh, that's the way its supposed to be
Well, I got that green light, baby
I got to keep movin' on
Well, I got that green light, baby
I got to keep movin' on
Well, I might go out to California
Might go down to Georgia, I don't know
Well, I dig you Georgia peaches
Makes me feel right at home
Well now, I dig you Georgia peaches
Makes me feel right at home
But I don't love me no one woman
So I can't stay in Georgia long
Well now, they call me the breeze
I keep blowin' down the road
Well now, they call me the breeze
I keep blowin' down the road
I ain't got me nobody
I don't carry me no load
Ooh, Mr. Breeze"

Até para a próxima semana


 
 

Os comentários estão desactivados.