Desporto

'Nunca apanhei uma bebedeira'

Alguns excertos da primeira e exclusiva entrevista de Jorge Jesus a seguir à época do "triplete", que poderá ler na íntegra no SOL de sexta-feira.

Nos seus tempos de jogador, como desanuviava do futebol? 

Era um apaixonado pela profissão. Não ia para discotecas, só pensava em futebol. Nunca bebi um whisky na minha vida. Nunca bebi uma bebida branca. Gosto de um bom vinho tinto, um bom vinho branco, mas nunca apanhei uma bebedeira. E nunca fumei. No meu tempo não havia droga, mas havia outros vícios. Só entrei numa discoteca aos 20 e muitos anos. Os meus colegas iam e eu não. Nunca nada me desviou. E aos 17 anos já vivia sozinho. Era um emigrante em Portugal, passei por 17 ou 18 clubes. Aos fins-de-semana, acabava os jogos e ia para casa dos meus pais. A minha prioridade eram os meus pais, a Amadora, a minha terra, os meus amigos.

rui.antunes@sol.pt

vitor.rainho@sol.pt