Economia

Unicer quer vender um milhão de litros da marca Água das Pedras nos EUA

A dona da Super Bock e da Água das Pedras quer duplicar a facturação global do grupo de 500 milhões para mil milhões de euros na próxima década. Para tal, tem em marcha um plano de reforço das exportações.

A Unicer espera fechar o ano com vendas de um milhão de litros da marca Água das Pedras nos EUA, avançou ao SOL Rui Freire, administrador de marketing e comunicação do grupo.

“A prioridade das exportações para os EUA, em particular para a região de Nova Iorque e dos estados à volta, é a marca Pedras. Este ano temos o objectivo de vender um milhão de litros, e estamos bem encaminhados para conseguir cumprir a meta”, sublinhou o responsável.

“Nos EUA o nosso target é o consumidor local, não é tanto a comunidade étnica. E Pedras é uma marca com um apelo especial para o consumidor norte-americano pelo facto de ser um produto diferenciador que os norte-americanos não têm disponível”. “Além disso”, continua, “tem um posicionamento muito gourmet. É uma proposta muito apelativa para o consumidor norte-americano. Com a Super Bock seria mais difícil criar um elemento de diferenciação num mercado tão maduro e complexo como o dos EUA”, explica Rui Freire.

O Brasil também integra o plano de expansão da água da Unicer. No ano passado “tivemos bons resultados” neste mercado. Em 2013 “foi a terceira água com gás de marcas importadas, com uma quota de mercado superior a 10%”, detalhou o administrador.

O aumento das exportações da cerveja Super Bock também faz parte da estratégia da internacionalização da Unicer. Angola, Moçambique e Médio Oriente, mercado onde estão presentes através da comercialização da Super Bock Sem Álcool 0,0%, são alguns dos pontos estratégicos.

sara.ribeiro@sol.pt