Vida

Investigação da Faculdade de Ciências Médicas da Nova com prémio e na New Scientist

Pela primeira vez, o prémio Ephar Young Investigator, que distingue jovens investigadores a nível internacional, veio para o nosso país, para Maria João Ribeiro, que integra um grupo liderado por Sílvia Conde, da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Nova de Lisboa. Além da distinção, o projecto foi ainda publicado nas revistas New Scientist e Diabetes.

O estudo revela como o corpo carotídeo, receptor do sistema nervoso que detecta diversos estímulos exteriores, também está envolvido na detecção da insulina, essencial para transformar os hidratos de carbono que consumimos em energia, que depois distribui pelo nosso organismo. 

A descoberta é, por isso, mais um passo para a compreensão dos mecanismos da diabetes de tipo 2, assim como de outros distúrbios metabólicos, e permitirá desenvolver aparelhos que detectam, registam e regulam a actividade neuronal, quando esta se encontra em desequilíbrio.

ricardo.nabais@sol.pt