Internacional

Adolescentes levadas a matar amiga por personagem virtual

Duas adolescentes de 12 anos foram acusadas de tentativa de homicídio, em Wisconsin nos EUA, depois de apunhalarem 19 vezes uma amiga com a mesma idade para “agradar” uma personagem fictícia na internet.

Segundo as autoridades norte-americanas, Morgan Geyser e Anissa Weier planearam o homicídio durante meses porque uma personagem de nome Slenderman lhes disse que tinham de matar alguém para poderem ser ‘amigos virtuais’. 

Depois de convidarem a vítima a dormir em casa de uma delas na última sexta-feira, foram vários os planos de Geyser e Weier para matar a amiga. Inicialmente pensaram em tapar-lhe a boca com fita-cola, apunhalá-la no pescoço, pôr os cobertores por cima do corpo para fingir que a vítima estava a dormir e depois fugirem em direcção à mansão de Slenderman. O segundo plano passava por matar a amiga na casa de banho de um parque para que o sangue pudesse escorrer para os canos.

Por fim, convenceram-na a ir para o parque, onde a levaram para a casa de banho. Depois de alguma hesitação, uma das raparigas esfaqueou a amiga e abandonaram-na no parque.

A vítima conseguiu arrastar-se até à estrada, onde um ciclista a encontrou, e conseguiu sobreviver.

"O meu lado mau queria que ela morresse, o meu lado bom queria que ela sobrevivesse", disse uma das raparigas à polícia. 

As adolescentes referiram que ouviram falar no Slenderman num site creepypasta.wikia.com. Esta terça, o administrador da página fez uma publicação onde diz que todas as histórias no site são fictícias e que “não promove nem apoia o assassinato, o culto ou qualquer outro tipo de réplicas de rituais”.

Geyser e Weier vão ser julgadas como adultas e podem ser condenadas a 65 anos de prisão.

AP/SOL