Sociedade

Legionella está associada a má manutenção de aparelhos de ar condicionado

A infecção pela bactéria Legionella está associada a má manutenção de aparelhos de ar condicionado, o que pode ter acontecido em Vila Franca de Xira, onde foram confirmados 27 casos, admitiu hoje um médico de saúde pública.


Mário Jorge Santos, presidente da Associação Nacional de Médicos de Saúde Pública, disse à Lusa que a situação configura a de "um evento ocorrido num espaço com ar condicionado", dado o número de casos de infecção confirmados no mesmo dia.

"No duche não aparecem tantos casos", assinalou.

O médico esclareceu que a bactéria não se transmite de pessoa para pessoa, mas através da inalação de gotículas de água, invisíveis a olho nu e alojadas em sistemas de refrigeração ou aquecimento e duches, com falta ou má manutenção.

A bactéria é responsável pela doença dos legionários, uma pneumonia que se trata com antibióticos e que se manifesta por tosse, febre alta, pontadas torácicas, e também, nalguns casos, por dores musculares.

O Hospital de Vila Franca de Xira confirmou hoje à Lusa que deram entrada na unidade 27 pessoas infectadas com a bactéria Legionella.

A situação está a ser acompanhada pela Administração Regional de Lisboa e Vale do Tejo que, em comunicado, sublinhou que, "dado que se trata de uma situação que não é transmissível de pessoa a pessoa, não há motivos para preocupação acrescida".

O que é a Legionella? Tudo o que precisa de saber sobre o surto que deixou Portugal em alerta, aqui.

Lusa/SOL

Os comentários estão desactivados.